Paixão x Obrigação Profissional

Início . A Consultora . Agendamento . Blog Contato 
Confira todas as Consultas Individuais e Serviços Especiais. Siga para > www.adrianamaranhao.com <

Da série > Sobre trabalhar bem e não ser necessariamente apaixonado pela profissão!!!

Acho bacana ver pessoas que são apaixonadas pela profissão e ofício que desempenham. Mas acho ainda mais extraordinário ver pessoas que amam mais outras áreas da vida (como a família, ou atividades culturais, sociais, amor, etc) do que a profissão e ainda assim sabem lidar com a longa, dura e muitas vezes enfadonha jornada de trabalho.

Estar em paz com o trabalho e com a profissão não é só uma questão de fazer da paixão uma profissão ou meio de vida. É estar em paz com a obrigação de ter que trabalhar quando se ama mais outra área da vida.

As pessoas são diferentes! E o mapa astral mostra a dinâmica de cada uma! 

Cores da profissão. Mandala de De Marcelo Dalla.www.marcelodalla.com
s cores da profissão. Mandala de De Marcelo Dalla.www.marcelodalla.com

Eis que fiz uma consulta sobre Orientação Profissional e percebi como a pessoa se relaciona bastante bem com a ideia de obrigação de trabalhar, em uma atividade repetitiva, administrativa. Ela me explicou que não sente necessidade de criar nada ali, que claro, quando tem problemas, tem que pensar como resolver, mas não é o seu forte, criar “de dentro” nada….Me falou que o que mais curte fazer como criação são as festinhas de aniversário dos filhos. Que ela faz os balões, e todos os enfeites, essas coisas. 

Enfim, realmente sim, tem toda uma quantidade de pessoas que está buscando cada vez se realizar na profissão de forma criativa, mas vejo que isso não é essencial em todas as pessoas. Minha cliente neste caso é técnica de mamografia em uma clínica! 

O fato de várias pessoas se saírem muito bem trabalhando em atividades que não são realmente apaixonadas e que não lhe trazem digamos assim, -maiores realizações espirituais nem afetivas-, não impede que as mesmas busquem sim, orientação vocacional. Na verdade, o que vi nas últimas consultas é que a pessoa veste muito bem a ideia de cumprir com o dever e a obrigação, mas quer estar em uma posição que tenha a ver mais com os seus talentos. 

A cliente que trabalha como técnica numa clínica e o outro que trabalha numa operadora de telefonia queriam sim saber como usar certos talentos dentro da empresa em que já estão e também queriam saber como galgar outros níveis, de direção inclusive. 

Eu curto isso, digo, ver a pessoa sem medo do “batente”. Com vontade de progredir e sabendo distinguir sim, o que lhe é paixão e o que é obrigação. 

Falo isso porque há uma tendência atual de que muita gente acha que dever ter uma realização na profissão quase como se fosse um artista, como tudo sendo fruto da paixão por um assunto, um tema. Sim, isto é muito bom, mas não é a única forma de sair bem profissionalmente! 

Autor: ADRIANA MARANHÃO . ASTRÓLOGA

Astróloga, Numeróloga e Analista de Nomes. Especializada em Nomeação, Orientação Vocacional, Planejamento Profissional e Qualidade de Vida. Certificada em Ayurveda e Yoga com larga experiência anterior no ensino de Meditação. a.consultora@adrianamaranhao.com | Rio de Janeiro: (21) 982246260 | Atendimentos Presenciais e Atendimentos Online Via Skype (adrias333) | Blog: www.adrias.info | Consultoria: www.adrianamaranhao.com

O que você está buscando? Quero ouvir sua experiência também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s